Tudo o que precisas de saber sobre segurança na Lydia

Atualizado 3/12/21 de Antoine Porte

Levamos muito a sério a segurança e informações pessoais dos nossos utilizadores e, por isso, todas as funcionalidades foram testadas com base nos mais altos padrões de segurança bancária e informática.

Criptografia Assimétrica RSA, criptografia simétrica de 256 bits, comunicações SSL, anonimização de dados pessoais.

Os teus cartões estão seguros

Os números de cartões adicionados na aplicação não são guardados nem na aplicação, nem no telemóvel dos utilizadores, nem nos servidores da empresa. São tokenizados pela Payline, líder francesa em pagamentos online e permitem que a  Lydia faça autorizações de débito a pedido do utilizador.

A aplicação está protegida

Todos os pagamentos e ações consideradas importantes, requerem o código de segurança pessoal, ou autenticação biométrica (impressão digital ou reconhecimento facial).

Várias tentativas de acesso incorretas, bloqueiam a conta. A partir do momento que a conta é bloqueada, não é possível usar a aplicação nem a conta Lydia, a não ser que o titular entre em contacto com o nosso suporte.

Os pagamentos são seguros

Todas as transações são executadas usando um token que apenas a Lydia pode gerar e descriptografar. O token tem as seguintes características:

  • Não contém informações bancárias ou pessoais
  • É único e não pode ser reproduzido
  • Não pode ser falsificado
  • Não tem valor intrínseco
  • Tem uma vida útil limitada

A informação é confidencial

Os dados pessoais e bancários do utilizador são tratados com o maior cuidado. São sistematicamente criptografados ou tornados anónimos.

O acesso a esses dados é limitado a determinados funcionários qualificados da empresa, previamente verificados e informados sobre questões de privacidade.

A equipa técnica da Lydia, que por vezes deve intervir em casos complexos, apenas tem acesso às informações do caso em particular e cujos dados pessoais foram modificados.

O dinheiro pertence aos nossos utilizadores

Os pagamentos entre os utilizadores Lydia são imediatos e, por isso, o destinatário do montante recebe imediatamente o valor na sua conta Lydia.

Nem a Lydia nem a Société Financière du Porte Monnaie Electronique Interbancaire (SFPMEI) estão autorizados a deter ou investir fundos armazenados nas contas de pagamento dos utilizadores. É por isso que o SFPMEI abriu, em nome de todos os utilizadores Lydia, uma conta segura no BNP Paribas, de acordo com o artigo L.522-17 do Código Monetário e Financeiro.

Estes fundos beneficiam da garantia bancária de 100 000€ prevista no artigo L.312-4-1 do Código Monetário e Financeiro.

Isto significa que se a Lydia fosse liquidada, os fundos dos utilizadores seriam protegidos e seriam devolvidos na íntegra. Se o SFPMEI fosse liquidado, o princípio seria o mesmo. Os utilizadores iriam receber o seu dinheiro de volta.

E, por fim, em caso de liquidação do BNP Paribas, os recursos dos utilizadores estão protegidos pelo Fundo de Garantia de Depósitos e Resoluções (FGDR) nas condições previstas no artigo L.312-4-1 do CMF. Esses recursos seriam devolvidos nas condições previstas pelo FGDR.

Dinheiro no telemóvel

Como um cartão de pagamento de plástico tradicional, o telemóvel do utilizador é apenas uma ferramenta de pagamento e cobrança: não contém dinheiro.

Assim, em caso de perda de um telefone, não perdes nem um cêntimo! O teu saldo Lydia permanece disponível e podes voltar a entrar na aplicação Lydia e na tua conta a partir de outro telemóvel.

A atividade é regulamentada e controlada

A atividade da Lydia é regida pelas regras bancárias europeias, que são aplicadas pela Autoridade de Controle e Resolução Prudencial do Banque de France. Diariamente, é o SFPMEI que controla os fluxos processados ​​pelos serviços da Lydia.

Parceiros líderes

A Lydia reúne os melhores agentes financeiros da sua categoria, com base em critérios de seriedade e qualidade de serviço, para oferecer funções duradouras e seguras. Mais informações sobre os parceiros de Lydia.

>> Mais artigos sobre segurança

Esclarecemos as tuas dúvidas?


Powered by HelpDocs (opens in a new tab)